Conheça o novo navegador da Microsoft, baseado no Google Chrome, o Edge

Edge
24 nov

Em abril do ano passado (2019) a Microsoft lançou sua nova versão do navegador Edge, que teve como base o Chromium, transformando completamente a estrutura do navegador que conhecemos.

O Google Chrome já tinha conseguiu cumprir a missão, de nos fazer esquecer totalmente o Internet Explorer; e com isso, criou o novo navegador que agora dá origem a nova aposta da Microsoft com duas versões, a Canary (que possui atualizações todos os dias) e a Developer (que atualiza toda semana).

A versão que foi lançada ainda não é recomendada para fins de produtividade. Tudo ainda poderia ter muitos erros e falhas, o que é comum em produtos que estão em fase de desenvolvimento. 

Sendo assim, se for baixar o Edge na sua máquina tenha isso em mente.

Fonte: techtudo

Quais as diferenças entre o Edge e o Google Chrome?

As principais diferenças estão praticamente no acabamento e no design. 

Além disso, o suporte para realizar logins no próprio perfil do navegador também mudou, assim como o catálogo de aplicativos e extensões que o navegador Google Chrome já possuía na Web Store.

ANÚNCIO: Tenha a melhor internet com a Claro. Clique no link e saiba mais: https://clarocombomais.com.br!

O que foi baseado no Chromium?

Segundo a própria Microsoft, o desenvolvimento de uma nova versão do Edge ainda será projetado, e desta vez, usando o open source Chromium, que deve servir de base para o navegador. 

O nome é bem importante, assim como outros navegadores que são bem conceituados como Vivaldi e o Opera.

Conheça os recursos do navegador Edge

Embora algumas versões ainda possam ser precoces, já que algumas coisas ainda podem mudar, os fundamentos e todos os recursos necessários para o funcionamento já estão disponíveis. 

Dentre eles estão o suporte de idiomas e a interface de usuário que pode ser modificada a qualquer momento.

Contudo, as compilações não foram otimizadas e alguns recursos ainda podem estar comprometidos, como o suporte a PDF, rolagem suave, entre outros. 

Mas agora o Edge que teve como base o Chromium é bem-parecido com o navegador Google Chrome, com exceção do feed de notícias do MSN.

Os testes até o momento feito, foram para desenvolvedores entusiastas e não feito com usuários comuns. 

Em algum momento a Microsoft deve adicionar mais recursos que sejam de interesse do público em geral. Os profissionais de TI também não devem ser deixados de lado para fazer testes em uma versão Beta que também deve sair.

Para baixar a versão Edge

Antes de sair baixando o navegador de qualquer lugar, é importante dizer que algumas versões são de compilações vazadas, e não aconselhadas de se instalar no seu computador. 

Sendo assim, desinstale qualquer tipo de navegador desse tipo, e baixe somente as versões oficiais da Microsoft.

Como a versão Edge foi baseada no Chromium e tem um bom funcionamento no Windows 7, ele ainda não se encontra disponível para essa versão do sistema operacional. Porém, é possível testar o navegador, antes de atualizar.

Qualquer pessoa usando o navegador Edge pode continuar usando. A Microsoft confirmou que não pretende encerrar a versão antiga. E para utilizá-la no iOS e no Android através dos smartphones, também não serão afetados.

O novo navegador já usa mecanismos que renderiza o Webkit e o Bink, por isso, essas plataformas são vinculadas ao sistema operacional e não ao EdgeHTML. Por isso funciona bem nos smartphones também.

Fonte: metropoles

Benefícios do Edge

É válido lembrar que o Edge é um navegador desenvolvido para o Windows 10, e, nessa atualização de sistema operacional, é que ele terá todas essas funções, benefícios e suporte. 

Veja abaixo a lista de recursos:

  • Se encontra disponível em várias plataformas, inclusive no Chrome;
  • É baseado no Win 32 e não na plataforma da empresa UWP;
  • É possível baixar e instalar extensões tanto da Microsoft quanto do Chrome;
  • Ao fornecer consentimento ao Edge que instale extensões de lojas, ele funciona igual ao Chrome;
  • É possível personalizar a aparência do navegador com temas diversos;
  • Para quem já usa o Chrome a transição é fácil, você tem acesso aos favoritos e o histórico normalmente;
  • O conjunto de aplicativos e serviços como Youtube, Gmail, Docs, entre vários outros funcionará da mesma forma;
  • Apresenta melhor desempenho e velocidade;
  • Melhores recursos para aumentar o Zoom e diminuir o consumo de energia;
  • Melhora na leitura de PDFs;
  • Melhora a duração da bateria
  • Rolagem suave;
  • Ferramentas de desenvolvimento;
  • Suporte ao ARM para o navegador.

Mesmo que a colaboração da Microsoft e do Google para montar um novo navegador seja unificada, isso indica que a diversidade de códigos para a Web também deve ser melhorada, principalmente no que diz respeito ao acesso justo.A empresa não está apenas consumindo o que o Edge Chromium tem de melhor, mas também colaborando para melhorar a forma como o Google ou qualquer empresa pode fazer para atuar melhor no mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *